Cuidado e PrevençãoRecomendados

Trombose: o que é, causas e como se prevenir!

4 Minutos de Leitura
entenda o que é a trombose e como se prevenir

A trombose é uma doença grave, que atinge boa parte dos brasileiros. Segundo estimativa da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), cerca de 4% da população em geral sofre com o problema, que é ainda mais agravado com o avançar da idade e com a prevalência dos fatores de risco.

Por ser uma doença silenciosa, o diagnóstico geralmente demora a ser feito, o que também é um fator preocupante, pois a trombose pode evoluir para complicações ainda piores. 

Para te ajudar a entender mais desse problema e, principalmente, a se prevenir, listamos neste artigo dicas e orientações valiosas.

Confira!

O que é a trombose?

Trombose é uma condição que afeta principalmente os membros inferiores e se caracteriza pela presença de coágulos nos vasos sanguíneos, também conhecidos como trombos, daí o nome popular da doença.

Esses coágulos são células sanguíneas enrijecidas, formando pedaços que podem impedir o fluxo normal dentro dos vasos, levando a dor local, inchaço, vermelhidão e outros sintomas. 

Os trombos são a principal causa da má circulação sanguínea. Mas, por que isso acontece?

Veja como tratar febre alta!

O que pode causar trombose na perna?

A coagulação sanguínea (que leva aos trombos) é provocada por outra doença: a aterosclerose. Trata-se de uma inflamação que leva ao acúmulo de placas de gordura nas paredes internas das artérias.

Essas placas de gordura, por sua vez, enrijecem e danificam os vasos, dificultando a passagem normal do sangue, que acaba ficando acumulado, estimulando a formação dos trombos.

A aterosclerose é uma doença silenciosa e crônica, que vai evoluindo com o passar dos anos, manifestando sintomas apenas quando já está em estágios mais avançados. Por isso, é importante agir de forma preventiva, realizando acompanhamento com o angiologista.

Quais os sintomas da trombose? 

A trombose venosa profunda pode ser assintomática e acontece quando um coágulo entope uma veia da perna. Sendo assim, com problema de circulação, podem surgir alguns sintomas, como: 

  • dor em uma das pernas; 
  • calor;
  • vermelhidão;
  • veias mais visível;
  • inchaço em uma das pernas;
  • rigidez na musculatura.

E existem casos que o coágulo é pequeno e não causa nenhum sintoma e desaparece sozinho, no entanto, sempre que houver uma suspeita de trombose venosa, deve-se procurar um médico ou hospital para iniciar o tratamento. 

A trombose está diretamente ligada aos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Conheça as principais neste artigo do nosso Blog!

O que pode causar trombose na perna? 

A trombose é um coágulo de sangue na veia da perna, que pode ser resultado de diversas doenças ou lesões como

  • Obesidade.
  • Lesões nas veias.
  • Imobilidade, muito comum em pessoas acamadas ou que passaram por cirurgias de maior porte.
  • Distúrbios hormonais;
  • Medicamentos; 
  • Doenças hereditárias.

Quais os tipos de trombose e o que podem causar

A trombose geralmente recebe o nome referente ao local onde se manifesta. Os tipos mais comuns são: 

Trombose arterial

Na trombose arterial, o coágulo se instala no interior de uma artéria. Apesar de ser menos comum que a trombose venosa, é uma condição que inspira cuidados.

Por bloquear (parcial ou completamente) o fluxo de oxigênio para a região do cérebro, uma das complicações mais comuns da trombose arterial é o AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Trombose venosa

Nesse tipo de trombose, o coágulo surge nas veias, sendo mais comum na região das pernas e coxas. É dividida em trombose superficial, profunda ou renal. Os principais sintomas são dor, inchaço e vermelhidão local.

Clique e veja um pouco mais sobre trombose venosa.

Trombose pulmonar

Também chamada de tromboembolia pulmonar (TEP), esse tipo de trombose é uma das principais causas de emergências cardiovasculares, sendo que em 25% dos casos, ocorre morte súbita.

Popularmente conhecida como embolia pulmonar, esse tipo de trombose impede que o oxigênio chegue até os pulmões, provocando insuficiência respiratória e, em casos mais graves, morte súbita.

A trombose pulmonar é uma das complicações da trombose venosa profunda. O coágulo presente nas veias das pernas se desprende, segue o fluxo sanguíneo e obstrui as veias que levam sangue e oxigênio para a região dos pulmões.

A trombose pode ser diagnosticada com a realização de exames específicos. 

Ao avaliar o paciente, seus sintomas, histórico familiar e estilo de vida, o médico vascular solicita exames para confirmar ou descartar a trombose e iniciar o tratamento.

Quando procurar um médico?

A trombose é considerada uma doença silenciosa. Os sintomas são comuns e pouco específicos. Além disso, muitos deles só surgem quando a doença está em estágio avançado, o que é bastante arriscado para o indivíduo.

Por isso, é fundamental não esperar apenas pela percepção dos sintomas, mas agir de forma preventiva, buscando atendimento médico precoce, frequente e contínuo com o angiologista. 

Os principais fatores de risco para incidência de trombose são:

  • Tabagismo.
  • Alcoolismo.
  • Gravidez, por causa das alterações hormonais.
  • Excesso de peso.
  • Idade avançada.
  • Histórico familiar.
  • Sexo: mulheres sofrem mais com a trombose.
  • Imobilidade.
  • Uso prolongado de pílulas anticoncepcionais.
  • Alimentação rica em gorduras e doces.
  • Varizes (principal sintoma da insuficiência sanguínea).

Trombose: mantenha um acompanhamento regular!

Como vimos neste artigo, a trombose é uma doença crônica que, na maioria das vezes, não apresenta sintomas. Por isso, os cuidados preventivos e o diagnóstico precoce são fundamentais para controlar o avanço do quadro e evitar complicações.

Mudanças de hábitos, como melhorar a alimentação e realizar atividades físicas, são parte fundamental. Além disso, o acompanhamento médico e a realização de exames regulares não podem ser esquecidos, especialmente se você possui fatores de risco.


Promover a assistência à saúde aos seus beneficiários, por meio de uma gestão sustentável, ética, inovadora e transparente é a missão da Geap Autogestão em Saúde!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com alguém que também possa se beneficiar dessa leitura. Vamos levar à frente essa corrente de boa informação e cuidado!


Related posts
area-beneficiarioCuidado e PrevençãoDicas de alimentaçãoPlano de saúde

Dicas de alimentação para ter saúde o ano todo!

4 Minutos de Leitura
Comer é necessário não apenas para nossa existência, mas também para termos uma existência plena, saudável e com qualidade de vida. A…
Câncer de mamaCuidado e PrevençãoExamesPlano de saúde

Dia Nacional da Mamografia: quando e por que fazer o exame!

3 Minutos de Leitura
Apesar dos avanços na prevenção e diagnóstico do câncer de mama, a mamografia continua sendo considerado o exame padrão ouro para detectar…
Bem-estarCuidado e PrevençãoPlano de saúde

Dia Mundial do Câncer: hábitos que podem te proteger!

4 Minutos de Leitura
No dia 4 fevereiro é lembrado o Dia Mundial do Câncer, uma doença com grande incidência em todo o mundo, causada por…